quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Chega de Saudade




Saudade
Vê se chega
Não estrague o meu dia
Deixe-me eu lembrá-la com carinho
Saudade
Vê se aporta
Em outra porta
Deixe-me sozinho
Eu sei
Que é difícil esquecer
Um grande amor
Saudade
Procure o seu caminho
Pois sei viver sozinho
Não preciso de você
Ela sim
Mora no meu coração
Minha porta está aberta
Pra ela entrar
Vá embora saudade

Menezes Filho


6 comentários:

  1. Adorei sua poesia, vou acompanhar o blog

    ResponderExcluir
  2. Saudade...uma palavra tão pequena, mais que define tanta coisa :\ Beijos, adorei o Blog!

    ResponderExcluir
  3. muito bonito o texto e a imagem.

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Definiu bem a palavra 'saudade'.

    Bela poesia, belo blog.

    ResponderExcluir
  5. Eta saudade que corroe nossos corações...
    Amei!!!
    bjusss

    ResponderExcluir
  6. mto bom,

    quer ganhar um seguidor fiel? visite-nos,
    comente, siga e avise no comentário
    deixando o seu link

    http://mikaelmoraes.blogspot.com

    ResponderExcluir