domingo, 21 de novembro de 2010

Estrela


Onde andará meu sonho...
No sul?
Nos olhos que brilham a noite
Como uma estrela radiante?

Se olho o céu em vã procura
Não a encontro!
Estou perdido
No emaranhado de astros
Que salpicam meus pensamentos

Qual estrela seria ela?
A que mais brilha?
A que centelha o amor
Num simples gesto
De olhar
De fazer de seus olhos
O amor
A minha ilha?

Seria ela a estrela mais distante
Que mesmo longe de meus olhos
No infinito do firmamento
Deixa em minha imaginação
Encantamento

Que mulher seria esta
Uma estrela escondida
Que só aparece a noite
Deixando meu coração extasiado
Entregue por seu coração persistente

Ah doce mulher dos meus sonhos
Seja minha por toda eternidade
E como uma estrela serena
Viverás para sempre em minha mocidade

Pois tendo seu amor
Jovem serei
Venha!
Seja o único brilho em minha vida
Seja o meu sonho despertado
Venha para meus braços...
Seja bem vinda!

Menezes Filho




5 comentários:

  1. Ótimo texto parabéns!!

    Ta seguido!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns !!!
    Linda poesia!!!
    Teu blog todo é um primor.

    Já estou te seguindo
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Jacky, gostei bastante do teu blog. Só voltado pra poesia. Vez por outra eu posto uns poemas de dois amigos meus que são poetas. Já tentei criar mas não levo jeito pra coisa.

    Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  4. bela poesia! muito boa!

    http://rocknrollpost.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Que bom que vocês estão gostando dos poemas do meu pai.Obrigada!Beijos!

    ResponderExcluir