quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Porto Coração


Hoje sigo o meu destino
Como o rio segue para o mar
Seguirei parando em cada porto
Como o rio sabendo como chegar
Se passageiros de meu destino
Levarei em águas minhas a navegar
Guiarei como um profeta ensina a vida
Até onde quiserem se aportar
Se alguém quiser seguir em frente
Seguir até meu ultimo instante
Me de a sua mão
Que eu a guiarei
Até o porto
Do meu coração

Menezes Filho

5 comentários:

  1. adorei teu blog, vou vir mais vezes, t+

    ResponderExcluir
  2. Acho que a vida é assim... um rio em eterno movimento.=)

    ResponderExcluir
  3. Só a razão de ser criado este blog já me faria ficar aqui Jaqueline, mas seu pai foi mesmo um verdadeiro poeta e parabéns por sua atitude de homenageá-lo, eternizando seus escritos aqui.
    Seguindo.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir