segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Ah ilusão!




Minhas ilusões
São só saudades
Na boca dela é maldade
Só porque não soube amar
Minha tristeza é latente
Machuca fundo
Fere a gente
Mas não me faz chorar

Ah coração!
Rasgo o meu peito
Só pra te ver chorar
Ah ilusão!
Sensibilidade é o bastante
Para quem ama
Sabe sonhar

Eurides Filho


10 comentários:

  1. Que poesia forte, da uma agonia... Mas é realmente boa.

    ResponderExcluir
  2. Oie Parabéns pelo Blog!
    Já estamos seguindo!!
    Visita lá o nosso e segue tb *--*
    Bjs
    Blog Entre Amigas:http://entres2amigas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Seguiindoo
    Seguee de volta? rosimeiresilvablog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. é belo e simples....como todas as coisas boas !

    http://universovonserran.blogspot.com - As vezes você não consegue fazer tudo sozinho..
    sigo e comento quem seguir e comentar
    blog indicado pelo jornal destak e revista enfoque !

    ResponderExcluir
  5. obrigado pelo comentarios no meu blog...sempre que quiser seráo bem vindos

    http://universovonserran.blogspot.com

    twitter-@vonserran

    ResponderExcluir
  6. Curioso como aprendemos a viver sustentados por nossas ilusões e saudades... Coisas de poetas!
    Parabéns pelo Blog!
    .
    Já estou seguindo!
    .
    http://sublimeirrealidade.blogspot.com/2011/01/capote.html

    ResponderExcluir
  7. Hehe muito bonito,gostei do seu blog.

    Estou te seguindo,me segue tbm por favor?

    trollagemvirtual.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Ilusões saudades e pensamentos são assim mesmo

    ResponderExcluir